Etiquetas

, , , , ,

Desde que me lembro…tenho uma certa paixão pelo “lado negro” e “macabro”.
Não, não sou doida e muito menos satânica😉

Falo em relação ao “Género Ficcional do Terror”, aquele que nos provoca a “doce” sensação de medo!

Fonte: Imagens Google

Há imagens e sons que nos levam de imediato a uma zona de desconforto, de ansiedade misturada com um receio inexplicável, aquele sentimento que se aproxima do pânico irracional!

O cinema bem como a televisão têm esse dom, o de nos levar a locais das nossas mentes onde por vezes queremos e, ao mesmo tempo, não queremos estar.
Pessoalmente gosto dessa sensação de “corda bamba” de suspense, cinematograficamente falando claro!

Quando penso neste género, o terror, há dois filmes que me vêm automaticamente à cabeça…

“The Shining” – Um terror inteligente com um ambiente opressivo que nos deixa envolvidos numa sensação arrepiante de estarmos a ser manipulados e, com uma soberba interpretação por parte de Jack Nicholson!!

“O Exorcista” – O demoníaco misturado com a fé em Deus, a poderosa e argilosa manipulação de sentimentos entre o bem e o mal, a associação do horror a uma criança, as soberbas e inesquecíveis imagens aterrorizantes que qualquer filme de terror ambiciona ter!

Ora eu vi os dois e posso afirmar que ainda hoje me “aterrorizam”!
Qualquer uma das vezes em que os revi fiquei “aprisionada” e com o coração nas mãos, como se fosse a primeira vez que estava em contacto com a fantástica realização, quer de Stanley Kubrick em “The Shining” ou a de William Friedkin em “O Exorcista”.

As Imagens que me ficaram na mente e “saltam” logo que se fala destes dois filmes…

“The Shining”

Fonte: Imagens Google

Fonte: Imagens Google

“O Exorcista”

Fonte: Imagens Google

Fonte: Imagens Google

Tanto no grande ecrã como no pequeno há “Terror” digno de ser mencionado, com relatos e imagens que provavelmente tiram o sono ao mais aficionado dos fãs do género.

Eu sigo “religiosamente” a série Dexter, a principio achava um perfeito disparate porque era só sangue e nada mais!
Não lhe tinha dado a devida atenção…é simplesmente genial e viciante, de forma que consigo ver cerca de 5 a 10 episódios, isto se me deixarem, seguidos!
Mistura a ciência forense com os instintos assassinos de uma personagem, Dexter Morgan, um sociopata a “mando” do seu pai adoptivo já morto, que organiza os seus crimes de uma forma meticulosa e, com o intuito de matar criminosos que a polícia não consegue trazer à Justiça.

Fonte: Imagens Google

Dexter é terror camuflado, com um aguçado sentido de “crime inteligente” e apoiado em uma das mais aclamadas ciências ao dispor do bem e do mal… Faz-nos pensar em que, “The Evil Exists” e é doutorado em Criminologia e Estudos Forenses!

Fonte: Imagens Google

Muito diferente e num contexto para lá da realidade possível, temos uma das series que eu não gosto nada de perder e, uma das quais me faz levar as mãos à cara de quando em quando… As imagens ficam na mente e a mim, na altura certa, tiram-me o sono e fazem-me “saltar de medo”!
“The Walking Dead”

Fonte: Imagens Google

Fonte: Blogue the lazy photographer

Há uma outra serie que captou a minha “Dark Side” e que ainda não consegui ver o suficiente para dar uma opinião com “conhecimento de causa”!
Mas não tarda, pois tenho um rol de episódios gravados à espera para me assombrarem (:

Falo de “The American Horror Story”

Fonte: Imagens Google

Fonte: Imagens Google

Vou voltar ao ecrã gigante e falar de “The Ring”.
Não sei bem se consigo falar à cerca deste filme, pois do inicio ao fim do mesmo fiquei quase petrificada!
É daqueles filmes do género em questão, em que não são necessárias muitas palavras para que fiquemos rendidos ao “Terror”…as imagens são poderosas, a banda sonora ajuda ao pânico e sem querer deixamo-nos levar por uma criatura que, pensávamos nós, era a mais doce e mais inocente de todas!!
Adorei este filme e não, ainda não o consegui rever!

Fonte: Imagens Google

Fonte: Imagens Google

Será propositado dizer… “Bons Sonhos”?!